Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

My Guilty Pleasure

My Guilty Pleasure

Ténue fronteira.

Não há meio de conter a minha obsessão quase incontrolável pelo gosto do detalhe exótico encaixado no meio da simplicidade, quando me visto... Aquele detalhe que altera radicalmente a imagem inicial e que define a ténue fronteira entre a vulgaridade e o pleno charme e o bom gosto!

Não é fácil encontrar muitas vezes o pormenor que provoca o balanço entre os dois opostos, sem o risco de se poder resvalar para a desnecessária excentricidade ou a mais vulgar parolice, ou então ficar numa monotonia que chateia pelo tédio e pela ausência de originalidade. E muitas vezes, o modo como cada um de nós faz as suas opções no que diz respeito a esses detalhes, acaba por ser o arquétipo daquilo que é a sua imagem de marca e que nos confere um cunho muito próprio e identitário.

Concretizando a minha toeria, pessoalmente adoro usar algo que tenha algum brilho, mesmo que não seja uma jóia cara. E tu, qual é o detalhe exótico que imprime a tua assinatura?

 

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D