Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

My Guilty Pleasure

My Guilty Pleasure

Óscares 2020 - My Red Carpet

Em mais uma cerimónia dos Óscares, a Red Carpet acabou por despertar a minha atenção até porque, como se veio a verificar, não aguardava grandes surpresas no que diz respeito aos prémios, apesar de terem acontecido. Ficam então os meus destaques, no que diz respeito aos vestidos, de mais uma cerimónia plena de glamour e bom gosto!

imagens Vanity Fair.

Scarlett Johansson ficou muito gira neste vestido cinza e prateado cheio de detalhes preciosos, que parecem ter tudo a ver com a sua personalidade irreverente e divertida. Sendo um dos vestidos mais curiosos desta Red Carpet, é também um dos que melhor casou com a personalidade de quem o vestiu. Um dos meus preferidos!

Image may contain Clothing Apparel Evening Dress Fashion Gown Robe Scarlett Johansson Human Female and Person

 

Idina Menzel ficou uma verdadeira musa neste vestido que combina, na perfeição, com a sua personalidade introvertida e algo misteriosa, mas bastante glamourosa. Se houve um vestido na Red Carpet que parece ter sido feito mesmo propositadamente para a ocasião foi este trapinho absolutamente deslumbrante e que do decote aos detalhes, passando pelas variações de tonalidades neutras, deixou-me boquiaberta!

Image may contain Idina Menzel Clothing Apparel Evening Dress Gown Robe Fashion Human and Person

 

A sempre esbelta Margaret Qualley não deixou os seus créditos em mãos alheias (ou corpo alheio), embrulhada neste espetacular vestido, cheio de extraordinários detalhes e que fizeram dela uma verdadeira rainha cheia de glamour. Foi um dos looks mais bem conseguidos, sem dúvida!

Image may contain Margaret Qualley Clothing Apparel Evening Dress Gown Robe Fashion Human and Person

 

Um dos trapinhos mais irreverentes e sensuais da Red Carpet deste ano e que acabou por favorecer que o usou, além de destacar a sua personalidade foi este de Adriana Lima, uma das atrizes mais talentosas da atualidade e que acaba por potenciar todos os atributos do vestido que usou.

Image may contain Clothing Apparel Evening Dress Gown Robe Fashion Human Person Female Wedding Gown and Wedding

 

Kylie Jenner deslumbrou, talvez em demasia, com o tecido de um vestido que mostrou uma das grandes tendências dos últimos anos e que adoro, o cai cai, mas não com este formato e este corte demasiado curvilíneo. Desiludiu-me imenso até porque coloco sempre enormes expetativas no seu trapinho.

Image may contain Clothing Apparel Robe Fashion Evening Dress Gown Kylie Jenner Human and Person

 

Whitney Cummings costuma ser uma das atrizes que melhor sabe destacar a sua feminilidade, fazendo-o desta vez num lindíssimo vestido vermelho que destaca todos os seus atributos. Mas acho que exagerou um pouco naquele efeito no decote. Mesmo assim, um dos meus preferidos, sem dúvida!

Image may contain Whitney Cummings Clothing Apparel Evening Dress Gown Robe Fashion Human Person and Premiere

 

O exotismo também se pode manifestar na simplicidade e o de Ella Balinska ficou bem patente no sedutor encanto de um vestido com um corte magnífico, mas que dispensava, claramente, aquela sequência de tons de azul e roxo. Mas o trapinho é, realmente, qualquer coisa...

Image may contain Clothing Apparel Evening Dress Gown Robe Fashion Human and Person

 

Eiza González raramente desilude e a brilhante simplicidade do corte deste vestido dourado demonstram-o mais uma vez. O meu preferido... Simplesmente fabuloso!

Image may contain Clothing Evening Dress Gown Apparel Robe Fashion Human Person and Eiza Gonzlez

 

Acho que esta exuberância de Suki Waterhouse não se adequa a uma Red Carpet oscariana e, por isso, não gostei desta escolha curiosa, que me pareceu algo vulgar. O próprio corte do vestido não a favorece particularmente. Mas os brincos são lindíssimos, admito!

Image may contain Suki Waterhouse Clothing Apparel Skirt Human Person Evening Dress Fashion Gown Robe and Female

 

Nicole Richie mostrou-me dois pólos completamente opostos, relativamente ao que se pode observar numa cerimónia deste género... Um tecido deslumbrante, rico, intensamente feminino e maravilhoso e que serviu para fazer um vestido que tinha tudo para ser um dos destaques maiores da cerimónia, mas que se espalhou ao comprido naquela cauda arrepanhada mesmo por cima do traseiro... Foi pena!

Image may contain Clothing Apparel Evening Dress Robe Fashion Gown Human Female Person Dress Woman and Wedding

 

Adoro este tipo de vestidos e a Rosie Huntington-Whiteley ficou lindíssima. O efeito do tecido nas mangas é delicioso e o decote é espetacular, perfeito para as suas medidas, assim como o corte retilíneo. Talvez tenha faltado ali um colar... Seja como for... Fabuloso!

Image may contain Rosie HuntingtonWhiteley Clothing Apparel Fashion Evening Dress Gown Robe Human Person and Dress

 

Kate Hudson disparatou neste cortinado que afiambrou de um qualquer castelo medieval italiano e que resolveu mandar costurar, até com um certo encanto e uma interessante dose de criatividaer, mas a verdade é que com aquele tecido pouco havia a fazer, na minha opinião... Detestei!

Image may contain Clothing Apparel Gown Robe Fashion Evening Dress Kate Hudson Human Person and Female

 

Adorei o tom e corte deste trapinho da Lily Aldridge, que só peca por ter ousado um pouco demais naquele detalhe lateral. Mesmo assim, para ele tenho apenas uma palavra... Fantástico!

Image may contain Lily Aldridge Clothing Apparel Gown Robe Evening Dress Fashion Human and Person

 

Hailey Bieber surpreendeu-me com este vestido que, apesar de ter alguns detalhes fabulosos, não valoriza particularmente a sua silhueta. A transparência e a abertura demasiado arrojada acabam por tornar um pouco vulgar o resultado final, já que, quanto a mim, mostra de modo pouco sensual algumas das partes do seu corpo.

Image may contain Hailey Rhode Baldwin Evening Dress Clothing Gown Robe Apparel Fashion Human and Person

 

Kerry "Cleópatra" Washington pecou num detalhe... Esqueceu-se do baú dos répteis. 

Image may contain Kerry Washington Clothing Apparel Human Female Person Sleeve and Dress

 

Madelein Petsch apostou no veludo, tecido que adoro, mas que, neste caso específico, pecou pelo exagero da abertura da cintura para baixo. Adorei a cor e os detalhes bordados. As sandálias são fabulosas!

Image may contain Clothing Apparel Evening Dress Gown Robe Fashion Human and Person

 

Como seria de esperar, Sofia Vergara foi uma das musas maiores da passadeira deste ano. Apesar do déficit de arrojo, este vestido não deixa de exaltar todas as suas curvas, além de ser extremamente feminino e glamouroso, devido ao corte e à fluidez do tecido. Não faz particularmente o meu género, mas adorei o resultado porque acho que se adequa à personalidade da atriz.

Image may contain Sofa Vergara Clothing Apparel Evening Dress Gown Robe Fashion Human and Person

No tom do tecido, na vulgaridade do corte nos detalhes metálicos, Maude Apatow seguiu uma das tendências atuais, mas não gostei nada do efeito final. Uma das minhas maiores desilusões.

Image may contain Clothing Apparel Evening Dress Fashion Gown Robe Human Person and Maude Apatow

Smock dresses

Ainda não terminaram os saldos e o rigoroso inverno mantém-se altivo e confiante, mas já sobra a vontade de colocar na linha da frente do nosso closet alguns trapinhos novos, ou outros que a nossa carteira possa patrocinar, e que estejam de acordo com algumas das principais tendências das próximas estações quentes que se aproximam, a primavera e o verão.

E por cá, daquilo que tenho conseguido espreitar das novas coleções, já percebi que peças de cabedal coloridas, coletes de malha, collants de padrões e cores de todo o género e feitio e os chamados smock dresses, serão peças obrigatórias para quem quiser estar de acordo com aquilo que dita a ditadura da moda.

De todas estas tendências, a minha preferência vai, naturalmente, para os smock dresses (vestidos avental ou vestidos bata). Adoro! Fluídos e hiper-confortáveis, são, geralmente, frescos e ideais para as temperaturas altas do dia e as mais refrescantes da noite. Soltinhos e leves, combinam na perfeição com chapéus e sandálias ou chinelas.

São, pois, vestidos cujas caraterísticas lhes dão uma versatilidade única, já que tanto os podemos levar para o trabalho, para um passeio pela cidade, um piquenique no campo ou para aquela sunset party de última hora. És adepta deste género de vestidos? Ficam algumas sugestões...

ASOS DESIGN sweetheart broderie mini dress with elasticated waist and long sleeves

Oasis polka dot midi shirt dress in pink

smock-dress-printed-boho-style-lace-up-flat-floppy-hat

smock-dress-printed-boho-style-boots-floppy-hat

smock-dress-printed-boho-style-boots-orange-sunglasses

Resultado de imagem para smock dress

 

Incursão aos saldos.

Ontem consegui finalmente um tempinho para dar uma volta pelos saldos. Não sei se partilham da minha opinião, mas desde que surgiu a nova legislação sobre esta prática comercial, parece-me haver uma maior clareza relativamente ao valor do desconto em relação ao preço inicial de cada peça e, consequentemente, uma maior facilidade de escolha e de perceção. Seja como for, confesso que ainda me aborrece entrar em certas lojas e perceber que encostam as peças em saldo num canto mais marginal, todas amontoadas, algo que cria um ambiente de uma certa marginalidade relativamente ao resto dos artigos expostos. De algum modo, essa opção, consciente ou inconscientemente, estratifica, quanto a mim, a clientela. Se calhar alguns optam por não espreitar essa parte da loja, não só porque o amontoado não é agradável à vista e atrativo, mas também porque podem ser alvo de rotulação... Lá vai a pobre para o cantinho da feira da loja.

Pessoalmente, não tenho esse complexo e não me preocupa minimamente esse tipo de pensamentos exteriores. Com a vida atarefada e preenchida que tenho, quando vou às compras, em época normal, fora dos saldos, é sempre porque tenho um alvo específico e, à partida, já sei o que vou comprar e onde. Na época de Saldos, procuro ir com tempo, deixo-me levar um pouco mais pelo impulso consumista, estabelecendo previamente um tecto orçamental, e gosto de, calmamente, remexer nesse amontoado e ser impressionada com algo inesperado, único, diferente e que me conquiste. Ontem, estas foram algumas das peças que me seduziram. E tu, como vês os saldos?

Minissaia com textura - Pormenor do artigo 1

minissaia Mango

VESTIDO MIDI COM ESTAMPADO

vestido Zara

Vestido de mulher Lauren Ralph Lauren multicolor

Vestido Ralph Lauren

Blusa às riscas de mulher Gap com manga à cava

blusa GAP

Sapatilhas desportivas de mulher Pepe Jeans pretas com atacadores

Ténis Pepe Jeans

 

Golden Globe Awards red carpet - Best & Worst

São já inúmeros os artigos que esmiuçam na web todos os detalhes dos trapinhos que desfilaram na última edição dos Golden Globe Awards, a septuagésima sétima, que se realizou na passada semana na cidade dos anjos, na Califórnia e que teve como grandes vencedores os filmes 1917, The IrishmanOnce Upon a Time... In Hollywood.

Não vou fazer mais uma listagem exaustiva e analítica do que foi passando pela passadeira vermelha ao longo da noite. Apresento apenas o meu best e worst. Quais foram os vossos? 

My Best - Jennifer Lahmers by Rita Vinieris.

Image may contain Clothing Apparel Fashion Evening Dress Gown Robe Human Person Premiere and Red Carpet

My Worst - Taylor Swift by Etro Couture

Image may contain Premiere Red Carpet Fashion Red Carpet Premiere Taylor Swift Human and Person

What About... 2020?

Como é bom começar a semana com uma folga e, apesar do frio, com um sol retemperador e convidativo...

2020 ainda está a escancarar as suas portas e janelas e por muito assombro que pareça existir neste mundo em que vivemos, a esperança em dias mais felizes e sorridentes mantém-se inalterada para um ano que terá de ser forçosamente, no meu caso pessoal, de mudanças. Há sonhos que quero realizar e alguns não podem ser mais adiados. Não me pode faltar a coragem para os tentar concretizar e pôr em prática, doa a quem doer.

É com este espírito empreendedor e otimista que mando um enorme beijinho para todos/as, com votos de um excelente ano de 2020!

 

Quem Tem Brio Não Tem Frio

Gosto destes dias de Inverno onde o tempo não obedece rigorosamente ao calendário e também há luz e cor. São dias que me ajudam a preencher a alma, dias em que a brisa menos suave e mais agreste não é mais forte do que a minha vontade de calcorrear as pedras da calçada da cidade onde moro e de rodopiar sobre mim própria ou sobre todos aqueles que me mostram sorrisos quase tão belos como o céu matinal pintado pelo solstício que se aproxima.

Nestes dias em que o frio não é muito frio, adoro testar a paciência do inverno e provar que nem ele consegue entorpecer as minhas mãos quando as coloco em pala e prescruto o horizonte até onde a minha vista alcança, em busca daqueles meus sonhos que são cada vez mais inadiáveis, mas que as circunstâncias do dia a dia me têm arranjado sempre uma desculpa para os deixar guardados de lado e mortiços.

Quem tem brio não tem frio, já dizia a minha avó, descrita por algumas conterrâneas e contemporâneas como a menina mais fina, delicada e vaidosa da rua onde viveu mais de meio século. E em dias iguais aos de hoje lembro-me sempre dela e das palavras sábias dessas senhoras que insistem em encontrar em mim parecenças com ela, porque, de manhã, ao remexer no meu closet, procuro sempre a melhor forma de a homenagear.

-Avó, espero hoje ter conseguido!

winter look 2.jpg

Vício matinal.

Tenho uma enorme dificuldade em encontrar uma melhor forma de começar um longo dia de aborrecidas e intensas reuniões de trabalho sem ser com um chá relaxante e purificador, de preferência de cidreira ou camomila, os dois extratos no meu topo de preferências. Acreditem que só depois fico verdadeiramente pronta para todos os desafios que me esperam. E tu? Tens um vício matinal que te ajude a ligares o teu interruptor interior ou não precisas?!

 

Copo meio cheio ou meio vazio.

Nunca fui de alimentar meios termos ou de fomentar o limbo, nem nunca permiti, em consciência, que se deixassem as coisas por fazer ou de modo a suscitar, por não terem um epílogo, feliz ou infeliz, um vaivém constante. Gosto de pensar que não gosto de deixar nada ao acaso e, por isso, também abomino teorizar ou praticar situações na minha vida que possam analisadas à luz daquela famosa permissa do copo meio cheio ou meio vazio.

Assim, se na minha existência e nas minhas relações pessoais gosto de tomar as rédeas e ser decidia, nos vestidos, acabo por, claramente, personificar este minha maneira de ser. Assim, ou o trapo fica por ali, meio palmo acima do joelho (ou até um bocadinho mais acima... dependendo da circunstância e do meu objetivo nesse momento, se é que me entendem!), ou então levo a baínha até bem cá abaixo, até roçar o chão que piso. Ficam alguns dos vestidos longos que mais me fascinaram ultimamente...

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Óscares 2018 - Red Carpet

Em mais uma cerimónia dos Óscares, a Red Carpet acabou por despertar a minha atenção até porque, como se veio a verificar, não aguardava grandes surpresas no que diz respeito aos prémios. Ficam então os meus destaques, no que diz respeito aos vestidos, de mais uma cerimónia plena de glamour e bom gosto!

Imagens Vanity Fair.

Elisabeth Moss mostrou-me dois pólos completamente opostos, relativamente ao que se pode observar numa cerimónia deste género... Um tecido deslumbrante, rico, intensamente feminino e maravilhoso e que serviu para fazer um vestido que tinha tudo para ser um dos destaques maiores da cerimónia, mas que se espalhou ao comprido naquele cinto... Foi pena!

Elisabeth Moss

Um dos trapinhos mais irreverentes da Red Carpet deste ano e que acabou por favorecer que o usou, além de destacar a sua personalidade foi este de Kevin Mazur Rita Moreno, uma das atrizes mais talentosas da atualidade e que acaba por potenciar todos os atributos do vestido que usou.

Nicole Kidman deslumbrou, talvez em demasia, com o tecido de um vestido que mostrou uma das grandes tendências dos últimos anos e que adoro, o cai cai, mas não com este formato e este corte demasiado retro. Desiludiu-me imenso até porque coloco sempre enormes expetativas no seu trapinho.

Nicole Kidman

Acho que esta exuberância de St. Vincent não se adequa a uma Red Carpet oscariana e, por isso, não gostei desta escolha curiosa da cantora, que me pareceu algo vulgar. O próprio corte do vestido não a favorece particularmente. Mas os sapatos são lindíssimos, admito!

St. Vincent

Kelly Marie Tran costuma ser uma das atrizes que melhor sabe destacar a sua feminilidade, fazendo-o desta vez num vestido que destaca todos os seus atributos. Mas acho que exagerou um pouco no decote.

Kelly Marie Tran

De volta ao vermelho, adoro este tipo de vestidos e a Allison Janney ficou lindíssima. A fluidez do tecido nas mangas abaixo do joelho é um pormenor muito feminino e o decote é espetacular, perfeito para as suas medidas, assim como a pequena cauda. Quanto ao colar, não consigo imaginá-lo com outro look... Fabuloso!

Allison Janney

A Gina Rodriguez é já uma veterana destas andanças e raramente faz opções erradas. A cor e os detalhes do tecido deste vestido são muito bonitos e o resultado final, sem deslumbrar, ficou fantástico!

Gina Rodriguez

Greta Gerwig ficou muito gira neste vestido amarelo cheio de detalhes preciosos, que parecem ter tudo a ver com a sua personalidade irreverente e divertida. Sendo um dos vestidos mais curiosos desta Red Carpet, é também um dos que melhor casou com a personalidade de quem o vestiu.

Greta Gerwig

Margot Robbie ficou uma verdadeira musa neste vestido que combina, na perfeição, com as estatuetas. Se houve um vestido na Red Carpet que parece ter sido feito mesmo propositadamente para a ocasião foi este trapinho absolutamente deslumbrante e que do decote aos detalhes, passando pelo tom, deixou-me boquiaberta!

Margot Robbie

Lupita Nyiong'o raramente desilude e os detalhes brilhantes e o corte deste vestido dourado e preto demonstram-no mais uma vez. Simplesmente fabuloso!

Lupita Nyong’o

O exotismo de Jennifer Lawrence ficou bem patente no sedutor encanto de um vestido que dispensava, claramente, aquela sobreposição na parte da saia. Mas o trapinho é, realmente, qualquer coisa...

Jennifer Lawrence

A sempre esbelta Allison Williams não deixou os seus créditos em mãos alheias (ou corpo alheio), embrulhada neste espetacular vestido, cheio de extraordinários detalhes e que fizeram dela uma verdadeira rainha cheia de glamour. Foi um dos looks mais bem conseguidos, sem dúvida!

Allison Williams

Zendaia deslumbrou neste espetacular vestido castanho Kevin Mazur, que surpreende pela mistura feliz entre arrojo, feminilidade e simplicidade. Amei!

Zendaya

Adorei o tom e corte deste trapinho da Eiza González, que só peca por não ter ousado um pouco mais no decote. Mesmo assim, para ele tenho apenas uma palavra... Fantástico!

Eiza González

Lindsey Vonn surpreendeu-me com este vestido, que apesar de ter alguns detalhes fabulosos, não valoriza particularmente a sua silhueta, assim como a cor. A transparência aos quadradinhos acaba por tornar um pouco vulgar o resultado final, já que, quanto a mim, mostra de modo pouco sensual algumas das partes do seu corpo.

Lindsey Vonn

Como seria de esperar, Taraji Henson foi uma das musas maiores da passadeira deste ano. Apesar de volumoso, este vestido não deixa de exaltar todas as suas curvas, além de ser extremamente feminino e glamouroso, devido às transparências e à sobreposição de tecidos. Não faz particularmente o meu género, mas adorei o resultado porque acho que se adequa à personalidade da atriz.

Taraji P. Henson

Janet Mock deslumbrou com este vestido branco cheio de detalhes lindíssimos, em especial na cauda, mas a sobreposição nas costas retirou ao trapinho algum do encanto.

Janet Mock

Este Frazer Harrisson azul da Jennifer Garner tem tanto de ousado como de inusitado. Adorei a sobreposição de tecidos, mas retirava a alça e a cauda, substituindo pelo simples cai cai.

Jennifer Garner

No tom do tecido e nos detalhes metálicos, Salma Hayek seguiu uma das tendências atuais, mas não gostei nada dos folhos da parte de baixo do vestido. Uma das minhas maiores desilusões.

Salma Hayek

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

  • Inverno 2020 - Tendências

    09 Outubro, 2020

    O verão virou-nos costas recentemente, apesar destes dias recentes mais soalheiros e (...)

  • Sugestão de TV: Lucifer

    21 Janeiro, 2020

    Não sou uma grande consumidora de televisão, não só por falta de tempo, mas também porque (...)

  • Quem Tem Brio Não Tem Frio

    03 Dezembro, 2019

    Gosto destes dias de Inverno onde o tempo não obedece rigorosamente ao calendário e também (...)

  • Quem tem brio não tem frio.

    08 Fevereiro, 2018

    Gosto destes dias de Inverno onde o tempo não obedece rigorosamente ao calendário e também (...)

  • Precalços...

    12 Outubro, 2017

    Hoje foi dia de reunião com um grupo de pessoas que vinham inteirar-se de alguns pormenores (...)

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D