Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

My Guilty Pleasure

My Guilty Pleasure

Óscares 2018 - Red Carpet

Em mais uma cerimónia dos Óscares, a Red Carpet acabou por despertar a minha atenção até porque, como se veio a verificar, não aguardava grandes surpresas no que diz respeito aos prémios. Ficam então os meus destaques, no que diz respeito aos vestidos, de mais uma cerimónia plena de glamour e bom gosto!

Imagens Vanity Fair.

Elisabeth Moss mostrou-me dois pólos completamente opostos, relativamente ao que se pode observar numa cerimónia deste género... Um tecido deslumbrante, rico, intensamente feminino e maravilhoso e que serviu para fazer um vestido que tinha tudo para ser um dos destaques maiores da cerimónia, mas que se espalhou ao comprido naquele cinto... Foi pena!

Elisabeth Moss

Um dos trapinhos mais irreverentes da Red Carpet deste ano e que acabou por favorecer que o usou, além de destacar a sua personalidade foi este de Kevin Mazur Rita Moreno, uma das atrizes mais talentosas da atualidade e que acaba por potenciar todos os atributos do vestido que usou.

Nicole Kidman deslumbrou, talvez em demasia, com o tecido de um vestido que mostrou uma das grandes tendências dos últimos anos e que adoro, o cai cai, mas não com este formato e este corte demasiado retro. Desiludiu-me imenso até porque coloco sempre enormes expetativas no seu trapinho.

Nicole Kidman

Acho que esta exuberância de St. Vincent não se adequa a uma Red Carpet oscariana e, por isso, não gostei desta escolha curiosa da cantora, que me pareceu algo vulgar. O próprio corte do vestido não a favorece particularmente. Mas os sapatos são lindíssimos, admito!

St. Vincent

Kelly Marie Tran costuma ser uma das atrizes que melhor sabe destacar a sua feminilidade, fazendo-o desta vez num vestido que destaca todos os seus atributos. Mas acho que exagerou um pouco no decote.

Kelly Marie Tran

De volta ao vermelho, adoro este tipo de vestidos e a Allison Janney ficou lindíssima. A fluidez do tecido nas mangas abaixo do joelho é um pormenor muito feminino e o decote é espetacular, perfeito para as suas medidas, assim como a pequena cauda. Quanto ao colar, não consigo imaginá-lo com outro look... Fabuloso!

Allison Janney

A Gina Rodriguez é já uma veterana destas andanças e raramente faz opções erradas. A cor e os detalhes do tecido deste vestido são muito bonitos e o resultado final, sem deslumbrar, ficou fantástico!

Gina Rodriguez

Greta Gerwig ficou muito gira neste vestido amarelo cheio de detalhes preciosos, que parecem ter tudo a ver com a sua personalidade irreverente e divertida. Sendo um dos vestidos mais curiosos desta Red Carpet, é também um dos que melhor casou com a personalidade de quem o vestiu.

Greta Gerwig

Margot Robbie ficou uma verdadeira musa neste vestido que combina, na perfeição, com as estatuetas. Se houve um vestido na Red Carpet que parece ter sido feito mesmo propositadamente para a ocasião foi este trapinho absolutamente deslumbrante e que do decote aos detalhes, passando pelo tom, deixou-me boquiaberta!

Margot Robbie

Lupita Nyiong'o raramente desilude e os detalhes brilhantes e o corte deste vestido dourado e preto demonstram-no mais uma vez. Simplesmente fabuloso!

Lupita Nyong’o

O exotismo de Jennifer Lawrence ficou bem patente no sedutor encanto de um vestido que dispensava, claramente, aquela sobreposição na parte da saia. Mas o trapinho é, realmente, qualquer coisa...

Jennifer Lawrence

A sempre esbelta Allison Williams não deixou os seus créditos em mãos alheias (ou corpo alheio), embrulhada neste espetacular vestido, cheio de extraordinários detalhes e que fizeram dela uma verdadeira rainha cheia de glamour. Foi um dos looks mais bem conseguidos, sem dúvida!

Allison Williams

Zendaia deslumbrou neste espetacular vestido castanho Kevin Mazur, que surpreende pela mistura feliz entre arrojo, feminilidade e simplicidade. Amei!

Zendaya

Adorei o tom e corte deste trapinho da Eiza González, que só peca por não ter ousado um pouco mais no decote. Mesmo assim, para ele tenho apenas uma palavra... Fantástico!

Eiza González

Lindsey Vonn surpreendeu-me com este vestido, que apesar de ter alguns detalhes fabulosos, não valoriza particularmente a sua silhueta, assim como a cor. A transparência aos quadradinhos acaba por tornar um pouco vulgar o resultado final, já que, quanto a mim, mostra de modo pouco sensual algumas das partes do seu corpo.

Lindsey Vonn

Como seria de esperar, Taraji Henson foi uma das musas maiores da passadeira deste ano. Apesar de volumoso, este vestido não deixa de exaltar todas as suas curvas, além de ser extremamente feminino e glamouroso, devido às transparências e à sobreposição de tecidos. Não faz particularmente o meu género, mas adorei o resultado porque acho que se adequa à personalidade da atriz.

Taraji P. Henson

Janet Mock deslumbrou com este vestido branco cheio de detalhes lindíssimos, em especial na cauda, mas a sobreposição nas costas retirou ao trapinho algum do encanto.

Janet Mock

Este Frazer Harrisson azul da Jennifer Garner tem tanto de ousado como de inusitado. Adorei a sobreposição de tecidos, mas retirava a alça e a cauda, substituindo pelo simples cai cai.

Jennifer Garner

No tom do tecido e nos detalhes metálicos, Salma Hayek seguiu uma das tendências atuais, mas não gostei nada dos folhos da parte de baixo do vestido. Uma das minhas maiores desilusões.

Salma Hayek

 

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D